zico

Arthur Antunes Coimbra, o Zico, é considerado o maior jogador da história do Flamengo. “Zico” é o diminutivo de seu nome, Arthur, ficando Arthurzico.

Fora do Brasil, devido a sua habilidade, técnica e capacidade de fazer gols, Zico é conhecido como White Pelé (Pelé branco).

Mas vamos falar de Zico no Flamengo! No Mengão ele aterrorizou os adversários ao longo das décadas de 70 e 80.

  • Com 587 gols na carreira
  • É o meio campista com mais gols na história.
  • Só pelo Mengão, Zico marcou 508 gols em 730 partidas disputadas.

Essa é apenas uma pequena amostra do que você vai ver neste artigo.

Então fica comigo até o final que vou falar sobre sua trajetória, gols, assistências e títulos. Vem comigo! 🖐

Quer Ganhar Dinheiro Trabalhando de Casa (Home Office) em um Negócio Diferente de Tudo que Você já Viu (Sem Patrão Chato)?

Então Assista esse vídeo abaixo 👇

Descubra Agora Como Pessoas Comuns Estão Gerando Renda Sem Sair de Casa Precisando Apenas de um Computador e Conexão com a Internet (Sem Patrão Chato).

notícias do fla

Zico no Flamengo: Galinho de Quintino

É impossível falar de Zico sem mencionar seu apelido aqui no Brasil: galinho de Quintino.

“Galinho” é por ter sido descoberto bem franzino, magrinho e pequeno. Como era habilidoso e pequeno, parecia um galo “ciscando” ao se livrar dos adversários com seus dribles.

Quanto à “de Quintino” é pelo fato de ter sido morador de Quintino, região suburbana do Rio de Janeiro.

Quando falo pequeno e franzino é bem isso mesmo! Zico tinha 14 anos quando foi descoberto pelo jornalista Celso Garcia. O garoto tinha apenas 1 metro 55 cm e 37 Kg!

Celso Garcia se encantou com a técnica e habilidade do menino e o levou para o Flamengo, para que George Helal, presidente na época, o conhecesse.

👉Leia Mais: Veja aqui [Notícias Atualizadas] sobre o Mengão

Se você associou ao nome do CT do Flamengo, acertou! O Flamengo homenageou o seu ex-Presidente.

Já no Flamengo, Zico recebeu um tratamento VIP por nutricionistas e médicos para que ganhasse peso e, principalmente, massa muscular.

Com toda a alimentação diferenciada, musculação e vitaminas, Zico atingiu 1 metro 72 cm e 66Kg!

Amazon camisa sidebar e artigo

Zico: Títulos e jogos históricos pelo Flamengo

A carreira vitoriosa no Mais Querido, começou no ano de 1971. Porém, no ano seguinte, ainda como reserva, Zico conquistou seu primeiro título (campeonato carioca) no Flamengo.

No campeonato carioca de 1974, já como titular e comandando o meio campo do Mais Querido, Zico ganha seu segundo título pelo flamengo, tendo o Vasco como vice-campeão 😅.

Ao todo Zico conquistou com o Manto 7 títulos estaduais:

  • 1972;
  • 1974;
  • 1978;
  • 1979;
  • 1979 (especial);
  • 1981;
  • 1986.

Já em campeonatos brasileiros, Zico ajudou o Flamengo a se tornar um clube nacional.

O craque estava presente nas 4 conquistas de campeonatos brasileiros do clube nos anos 80:

  • 1980;
  • 1982;
  • 1983;
  • 1987 (Copa União).

Dessas 4 conquistas, duas foram especiais, a conquista de 1980 sobre o Atlético Mineiro de Reinaldo e o título de 1983 sobre o Santos.

noticias do fla

Flamengo 3 x 2 Atlético mg 1980

O título sobre o Atlético Mineiro, marca o primeiro título brasileiro do Mais Querido.

A final foi disputada entre os dois mais badalados times da época, o Atlético do atacante Reinaldo e Flamengo do craque Zico.

O Flamengo levou o título ao vencer o galo no maracanã por 3×2, com dois gols de Nunes e um de Zico. Veja aqui os gols da partida. 👇

Flamengo 3 x 0 Santos 1983

Em 1983, o Mengão ganhou seu terceiro campeonato brasileiro em quatro anos.

Depois de perder o primeiro jogo da decisão no Morumbi por 2 a 1, o Mais Querido levou a taça no segundo jogo no Maracanã, ao vencer o Peixe por 3 a 0.

Este jogo foi histórico porque até hoje é recorde de público em campeonatos brasileiros, estavam presentes 155.253 torcedores.

Os gols do terceiro título do Mengão foram marcados por Zico, Leandro e Adílio.

Você pode ver os gols dessa partida histórica aqui. 👇

Outras duas conquistas históricas do Zico pelo mengão foram os títulos da Copa Libertadores e da Copa Intercontinental (Mundial de Clubes da época).

Flamengo Campeão da Libertadores 1981

O Flamengo foi campeão pela primeira vez da Copa Libertadores em 1981, ao vencer o Cobreloa (Chile) por 2 a 0 (os dois do Zico) em jogo de desempate.

De acordo com as regras da época foram necessárias 3 partidas, isso porque deu empate na soma de resultados das duas primeiras partidas:

  • Jogo de Ida: Flamengo 2 x 1 Cobreloa – Maracanã;
  • Jogo de Volta: Cobreloa 1 x 0 Flamengo – Estádio Nacional (Uruguai);
  • Jogo de Desempate: Flamengo 2 x 0 Cobreloa – Estádio Centenário (Uruguai)

Os quatros gols do Flamengo nas três partidas foram marcados pelo nosso Rei Zico.

Você pode ver os gols do nosso primeiro título da Libertadores aqui. 👇

Flamengo Campeão Mundial 1981

Com o título o Flamengo foi disputar o Mundial de Clubes contra o Liverpool, campeão da Liga dos Campões da Europa 1980-1981.

Em 13 de dezembro de 1981, o Flamengo de Zico se sagrava campeão do mundo com um placar mágico de 3 a 0 sobre os ingleses.

E claro, o nosso galinho de Quintino comandou o time, deu passe para dois gols de Nunes e a partir de uma cobrança de falta, no rebote Adílio deixou o dele.

Veja aqui os gols da vitória mágica do Flamengo sobre o Liverpool. 👇

Marcas importantes no Flamengo

Pelo Flamengo, Zico acumulou algumas marcas importantes. Por exemplo, o Galinho de Quintino no ano de 1979, fez 89 gols.

Marca que o coloca na segunda posição na lista de jogadores que mais balançaram as redes em partidas oficiais em uma única temporada.

Pelo Mengão, Zico atuou em 730 partidas e marcou 508 gols, sendo o maior artilheiro da história do Flamengo. Só em campeonatos brasileiros foram 135 gols marcados.

Marcas importantes como jogador

O nosso galinho de Quintino também acumula números incríveis como jogador.

  • Nono maior artilheiro da história – segundo a IFFHS (Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol.
  • Está entre os 4 jogadores brasileiros no hall da fama da FIFA.
  • Maior cobrador de falta do século XX – Segundo a Revista Placar.
  • Maior batedor de faltas brasileiro da história – Segundo votação de jogadores e internautas promovido pelo GloboEsporte.
  • Terceiro maior futebolista brasileiro do século XX – segundo IFFHS.
  • Maior artilheiro da história do Maracanã, com 334 gols em 435 partidas.

Zico na seleção brasileira

Pela seleção, Zico não conquistou Copa do Mundo, algo que o jornalista Fernando Calazans comentou:

“Se Zico não ganhou a Copa do Mundo, azar da Copa do Mundo”.

Pela seleção Zico jogou 89 partidas e marcou 66 gols. O galinho disputou 3 copas do mundo:

  • A copa da Argentina, em 78.
  • A copa da Espanha, em 82.
  • A copa do México, em 86.

Sendo a copa do mundo de 82, na Espanha uma das maiores frustações dos torcedores.

👉Leia Mais: Veja aqui [Notícias Atualizadas] sobre o Mengão

Isso porque aquela seleção comandada por Telê Santana, tinha Leandro, Júnior, Zico, Falcão e Sócrates.

O time, era repleta por esses e outros craques encantava o mundo com belas jogadas, gols lindos e toques de calcanhar.

Na primeira fase a seleção passou facilmente por seus adversários, foram 3 vitórias sem dificuldades:

  • Brasil 2 x 1 União Soviética
  • Brasil 4 x 1 Escócia.
  • Brasil 4 x 0 Nova Zelândia.

Já na segunda fase, logo no primeiro jogo, o Brasil enfrentou a Argentina de Maradona.

A vitória veio sem grandes sustos, o placar final foi 3 x 1 para o Brasil.

Porém, no segundo jogo diante da Itália, que vinha aos trancos e barrancos, o Brasil perde o jogo por 3 a 2 para os italianos.

O jogo aconteceu no Estádio do Sarriá, em Barcelona, e a derrota ficou conhecida como “a tragédia do Sarriá”.

Com 3 gols de Paolo Rossi, o Brasil viu o sonho de tetra escorrer pelas mãos.

Veja aqui os gols dessa partida. 👇

Zico ainda participou da copa de 86, porém admitiu depois que não deveria ter ido, pois ainda se recuperava de uma lesão grave no joelho.

O Galinho não estava 100% fisicamente e ficou na reserva durante a copa.

O último gol do Zico marcado pela amarelinha, foi em um amistoso contra a boa seleção da Iugoslávia, às vésperas da convocação para a copa.

Nesta partida o Brasil venceu por 4 a 2 e Zico marcou 3.

Carreira internacional

Entre 1983 e 1985, Zico deixou o Flamengo pela primeira vez e foi jogar pela Udinese, da Itália.

Na Udinese, o galinho marcou 57 gols, 17 sendo em cobranças de falta. Em 91, Zico assinou contrato com o Sumitomo, time japonês que hoje em dia se chama Kashima Antlers F.C.

Zico no Flamengo: retorno e jogo de despedida

Após ir jogar durante 2 anos pela Udinese, da Itália, Zico retorna ao Flamengo no segundo semestre de 1985.

Durante seu retorno, teve uma grave lesão no joelho esquerdo causada por uma entrada desleal de Márcio Nunes, do Bangu.

Após difícil recuperação (foram 3 cirurgias), Zico retornou aos campos e depois de rumores que ele encerraria sua carreira, o galinho disse:

Decidi tentar, pois não admitia a ideia de ser obrigado a abandonar os campos. Queria um dia parar com o futebol e não o futebol parar comigo – afirmou Zico.

👉Leia Mais: Veja aqui [Notícias Atualizadas] sobre o Mengão

Depois de se recuperar, para o delírio da Nação, Zico ainda levantou mais uma taça de campeonato brasileiro, em 1987.

Neste ano, o campeonato se chamava Copa União e Mengão conquistou o módulo verde (primeira divisão) ao derrotar o Internacional na final.

A despedida

zico

O seu último jogo como atleta profissional do Flamengo foi na goleada sobre o Fluminense por 5 a 0, em 2 dezembro de 1989.

A partida foi realizada em Juiz de Fora, em jogo válido pelo campeonato brasileiro.

Porém, o galinho merecia um jogo de despedida em seu palco favorito, o Maracanã. Não só ele com a torcida do Flamengo precisava dessa partida.

O jogo festivo de despedida aconteceu em 6 de fevereiro de 1990, numa partida amistosa contra craques brasileiros e estrangeiros.

Portanto, participaram seus companheiros da conquista do Mundial de 81 entre outros craques como Falcão, Cláudio Adão, Mario Kempes, Breitner etc.

A partida acabou empatada em 2 a 2, obviamente o resultado final foi o que menos importou para Nação.

Os jogadores estavam todos enfileirados e Zico entrou por último no gramado, e recebeu a saudação de mais de 95 mil torcedores rubro-negros.

Foi um grande espetáculo e a Nação, claro, fez a sua parte. A torcida preparou um show de raios lasers e lenços brancos.

👉Leia Mais: Veja aqui [Notícias Atualizadas] sobre o Mengão

Zico falou sobre a emoção que sentiu ao ver a linda homenagem que Nação fez para ele em seu jogo de despedida.

Ao lembrar aquela noite o que mais me marcou foi a força da torcida. Não me canso de agradecer pelo carinho que tive em toda a minha carreira e que naquele dia pude sentir com muita intensidade. Até hoje encontro pessoas que têm o ingresso guardado, que fazem questão de dizer que estiveram lá. Uma festa que vale a pena lembrar, apesar de ter sido minha despedida, porque estava muito maduro de que era o momento de parar. Vinha me preparando. Quis o destino que eu voltasse a jogar, mas, como sempre digo, no Japão foi diferente – comentou Zico em seu site oficial.

Conclusão

Neste post você viu um resumo da história do “nosso eterno camisa 10 da Gávea”.

Aqui você viu as suas principais conquistas pelo Mengão, gols em partidas históricas e marcas importantes como jogador e pelo Flamengo.

Saudações Rubro-Negras Nação!

  • Se gostou, compartilhe o artigo nas suas Redes Sociais! (Basta clicar nos botões aqui abaixo).

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u544571287/domains/noticiasdofla.com.br/public_html/wp-content/themes/wpavenger/lib/acf/core/includes/api/api-template.php on line 499

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!